O que precisamos saber para frear o envelhecimento?

frear envelhecimento
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Visto de forma negativa pela maioria das pessoas, o envelhecimento possui várias particularidades e diversas visões e reflexões diferentes.

Com a velhice, vem também as complicações por todo o corpo, lesões mais difíceis de serem tratadas, órgãos cansados e com um funcionamento não tão suficiente, e até a perda dos dentes que leva a aplicação de prótese dentária.

O avanço da idade não possui ligação direta com o adoecimento, com a devida prevenção pode conservar a pessoa em boa condição física e cognitiva, mantendo-se sob controle de si próprio por um tempo alongado. Confira como conter o envelhecimento:

Controle o nível de estresse

As extremidades dos cromossomos, os telômeros, são a causa do processo de envelhecimento das células. Quanto mais curtos são, mais depressa se envelhece. Dessa forma, sua produção está inteiramente relacionada ao estresse excessivo.

É de extrema importância controlar os níveis de estresse para se controlar o envelhecimento. Meditação, ioga, exercícios físicos e atividades de lazer podem ajudar a reduzir seus efeitos.

Alimentação saudável e regrada

Muito se fala sobre a importância de uma alimentação saudável, mas são poucos os que realmente levam a sério. Ingerir alimentos saudáveis e se alimentar sem exagero é basicamente o segredo para se manter jovem por longo período. A restrição calórica pode retardar o metabolismo humano, e ajustada a uma boa dieta; evitando ao máximo alimentos industrializados, as chances de desenvolver doenças cardíacas, danos a pele e a visão são diminuídas.

Alimentos processados contém fosfatos que aceleram o envelhecimento, e podem ser substituídos por alimentos antienvelhecimento como: chocolate amargo, nozes, figos, salmão, abacate, entre outros. Ao consumi-los, além dos demais benefícios, há a melhora da saúde intestinal e da função cognitiva. Evite também ingerir açúcares, álcool e refrigerante.

Exercite o cérebro

Treinar o cérebro frequentemente pode ajudar a retardar o envelhecimento. Invista no seu aprendizado de forma geral, no estudo de línguas estrangeiras, na leitura, ou até mesmo em jogos que evolvam o exercício da mente. Há estudos que confirmam que a aprendizagem fortalece a criação de neurônios e assim, a juventude do cérebro.

Use produtos naturais

Maquiagem, cremes e cosméticos em geral, possuem parabenos que podem mudar o estrogênio e danificar a fertilidade feminina durante o envelhecimento prematuro. Portanto, quanto mais natural o produto, melhor para se precaver, além de possuir o cuidado de limpeza facial.

Tempo de exposição ao sol

Apesar do benefício da vitamina D, a luz solar pode ser uma das responsáveis pelo envelhecimento da pele. Assim como a mídia reforça, a proteção solar tem que ser rotineira e mantida até mesmo no inverno. Foi sugerido pela organização para pesquisa do câncer (CancerResearch) no Reino Unido, que o tempo mínimo de exposição ao sol sem protetor solar seria cerca de 15 minutos ao meio-dia; podendo se obter vitamina D sem correr risco de contrair câncer de pele.

Atividade física

A atividade física possui sua carga de importância e relevância na saúde em geral, para evitar o envelhecimento não seria diferente. O sedentarismo é um fator de risco de epidemiologia e mortalidade durante o envelhecimento. É indispensável a prática de exercício físico para a melhora da condição física e bem-estar, assim na qualidade e expectativa de vida.

Para a população idosa, a atividade física melhora a produtividade, atua na prevenção de enfermos, promoção da saúde, obtenção de maior integração na sociedade e maior equilíbrio psicológico.

Segundo um estudo recente, a dança é um dos principais exercícios que podem reverter o processo de envelhecimento. Uma dança de coreografia com diferentes movimentos pode ajudar no trabalho do hipocampo e assim, mantendo a flexibilidade da pele.

Vitaminas

A ingestão de antioxidantes não permite que os radicais livres do sol ou agentes poluentes danifiquem as células do corpo; por isso, é recomendado o uso de cremes faciais com esses componentes. Essas substâncias também podem ser ingeridas oralmente, e entre as mais potentes estão o selênio e as vitaminas C e E.

O óleo de peixe ou qualquer outro suplemento anti-inflamatório deve ser adicionado a sua dieta para uma melhora expressiva. Rico em ácidos ômega-3, o óleo de peixe melhora a função cardíaca e incita o sistema imunológico, ajudando desde no mantimento de uma pele jovem até no crescimento capilar.

Avaliação médica frequente

A visita constante ao médico e dentista é importantíssima para a prevenção e no tratamento de danos leves a saúde, evitando que se agravem. A presença de disfunções, do diagnóstico e a intervenção precoces são capazes de influenciar de forma geral no bem-estar do paciente.

Se tratando de alterações do corpo que envolvem mudanças neurobiológicas estruturais, químicas e funcionais; podendo ter influência de fatores ambientais e socioculturais. Contudo, esses fatores podem ser ligados ao estilo e condição de vida, alimentação, sedentarismo e exercício, diretamente ligados ao envelhecimento patológico ou saudável.

Com isso, buscando sempre se cuidar e ser saudável em todos os aspectos, conseguimos retardar o envelhecimento, mesmo que não possamos escapar dele.

Compartilhe com seus amigos!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no tumblr