Qual o momento certo para ter filhos?

momento certo para ter filhos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A pergunta sobre qual o momento certo para ter filhos começa a rondar as pessoas, normalmente, depois da faculdade, quando encontram um parceiro ou parceira pelo qual sentem um grande amor e carinho.

Mas essa não é uma regra, a pergunta pode vir a qualquer momento da vida, isso porque existem pessoas que sonham em ter filhos e estão dispostas a realizar esse sonho a qualquer custo.

Como não existe uma resposta certa para esta pergunta, “qual o momento certo para ter filhos”, vamos problematizar aqui alguns pontos para que as pessoas reflitam sobre o assunto.

Ter estabilidade financeira e depois ter filhos

Essa é a linha de pensamento mais comum no Brasil entre as pessoas de classe média, classe média alta.

Ter um apartamento quitado, espaçoso com um ou dois quartos para os filhos, com um bom carro na garagem, espaçoso para as coisas das crianças, e alguma reserva financeira.

O convênio médico também é colocado nessa conta, porque o parto e gastos com médico de uma família podem ser altos, caso haja algum imprevisto.

Contudo, o que se deve pensar é; até que ponto esperar e de repente se sentir cansado para ter filhos, achar que não vai dar conta de brincar com as crianças?

As pessoas precisam colocar na conta a idade, a fertilidade necessária para ter filhos perfeitos e com boa saúde. Porque esperar muito tempo pode exigir um investimento para resolver os problemas de fertilidade.

Portanto existe um ponto de equilíbrio entre a estabilidade financeira e a fertilidade e disposição para cuidar das crianças.

Veja nesse site algumas atividades para cuidar bem das crianças.

Ter filhos depois de se formar na faculdade

Muitas jovens, candidatas a mamãe, prometem a si mesmas que terão filhos assim que se formarem na faculdade.

Essa é uma boa meta, sem dúvida, pois os cuidados com a criança, alguns deles só a mãe pode fazer, tomam muito tempo e energia, e podem prejudicar sim o desempenho nos 4 anos da faculdade.

Contudo, terminar a faculdade e se afastar do mercado de trabalho pode dificultar essa entrada depois de alguns anos de formada.

Talvez a futura mamãe deve refletir sobre essa opção, e sobre terminar a faculdade, se colocar no mercado de trabalho, atingir uma certa estabilidade no emprego, com uns 3 ou 4 anos, garantindo uma ou duas promoções, para aí sim engravidar.

Encontrar a pessoa certa para ter filhos

Outra meta muito comum e extremamente importante, de fato, é encontrar a pessoa certa para ter filhos com.

Isso porque no mundo moderno os pais precisam se dividir nos cuidados com o bebê para que os dois possam manter uma vida social minimamente ativa.

Logo nos primeiros meses do bebê os dois ficam cansados, desgastados, com os cuidados, porque o recém-nascido exige mesmo cuidados intensivos. Por isso mesmo existe o afastamento da mãe do trabalho, para que ela possa tomar esse tempo e cuidar dos meses mais críticos da criança.

Com o passar do tempo vai ficando mais fácil cuidar, pois a criança já pega mamadeira, chupeta, já consegue brincar um pouco, ver desenhos.

Com 3 anos de idade já é possível deixar a criança na casa dos avós por um final de semana, pois tudo é brincadeira e novidade.

A pessoa certa para ter filhos deve ser companheira, pensar na família em primeiro lugar, pois não é fácil o desafio.

O ideal é que seja uma vontade do casal e não só de um dos dois. Desse modo todos os desafios são superados mais levemente e nunca um vai poder jogar os cuidados com a criança nas costas do outro.

Pois em momentos de brigas, depois de noites mal dormidas, pode ser que um dos dois traga a tona esse questionamento.

Então procure alguém que queira ter filhos com você que tudo será mais fácil.

Custo-benefício de ter filhos

Todos nós sabemos que ter filhos exige uma alocação grande de recursos, sobretudo nosso tempo e nosso dinheiro.

Pensando em convênio médico, fraldas, escola, roupas, ao longo de anos e anos, sem dúvida se esse dinheiro fosse aplicado, seria um dinheirão.

Mas depois dessa conta matemática e fria, vamos parar pra pensar um pouco. Como nós chegamos até aqui?

Alguém lá no passado decidiu ter filhos, não é mesmo? E cuidaram da gente com muito amor e carinho e é assim que a humanidade evolui.

Então se imagine velhinho, ou velhinha, quem vai cuidar de você? Será que funcionários bem treinados, por mais rico que você seja, vão cuidar de você com o carinho que você merece?

Será que você vai olhar pra sua história e se sentir satisfeito com as suas realizações? Ter alguma coisa do que se orgulhar?

Porque o destino é certeiro e todos nós teremos o nosso relógio biológico esgotado, mais dia ou menos dia. Então devemos sim pensar nisso e nos prepararmos para isso.

Compartilhe com seus amigos!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no tumblr