A lucratividade do autoconsumo fotovoltaico

autoconsumo fotovoltaico
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O autoconsumo está avançando com grande força nos lares. Até ao momento tem-se consolidado como a alternativa mais limpa para o ambiente, visto que aproveitam as energias renováveis, ou seja, os recursos que a natureza oferece e que são gratuitos e inesgotáveis ​​para garantir o consumo em casa. Essa tecnologia, por conseqüência, representa uma grande economia nas contas de eletricidade, ainda que seu principal objetivo é a conservação do planeta por meio da eficiência energética.

Os benefícios dos painéis fotovoltaicos que o coroam como o melhor sistema de autoconsumo

Dentre os diferentes tipos de autoconsumo que o mercado atual oferece, a instalação de painéis solares é a mais praticada. Eles são colocados do lado de fora, como pátios, telhados ou residências unifamiliares com jardins. Em apartamentos, é possível aproveitar os terraços e, graças a determinadas leis, também é permitido compartilhar uma montagem fotovoltaica entre os membros de uma mesma comunidade.

O chamado autoconsumo compartilhado garante a mesma eficiência de uma instalação individual, pois sua tarefa é captar a radiação do Sol para transformá-la em consumo de energia de forma que distribui seus recursos a todos por igual e, por ser uma fonte inesgotável, abastece todos os dias em todas as horas, mesmo à noite.

Possui baterias que armazenam o excedente de energia para que possa ser utilizada à noite na potência disponível para cada residência particular ou para o indivíduo em questão. Portanto, esse dispositivo garante não apenas energia limpa, mas também reduz o preço da conta de luz. Este sistema funciona com 70% da produção realizada pelas energias renováveis ​​que recolhem; o restante, 30%, trabalha com base na fiação, então só esse percentual é o que é pago na conta da luz.

Os painéis solares conseguem reduzir em média 60% no consumo da casa e, portanto, no valor total da conta. Não depende da rede elétrica convencional, e caso pretendar restabelecer a habitualidade deste sistema, basta ligar para a empresa em questão, e contratar luz sem nenhum problema ou custo adicional.

Da mesma forma, esta independência energética garante que os painéis solares e a rede regular possam coexistir no mesmo espaço.

Outra das questões que mais interessa aos usuários para que finalmente optem pelo autoconsumo fotovoltaico é a segurança que transmite. Não requer tantos cuidados como o gás natural ou propano, e ao evitar a instalação de uma caldeira em seu sistema, não é necessário depender de um técnico especializado para reparar ou verificar a montagem em intervalos de tempo determinados. Sua maior vantagem é a liberdade de desfrutar dessa energia sem se preocupar com possíveis quebras ou problemas graves.

Embora a sua instalação possa ser perfeitamente desenvolvida sem a necessidade de contratação de um profissional especializado, é preferível consultar um técnico qualificado para o caso. No entanto, este aspecto denota a capacidade de praticidade e conforto dos painéis solares.

Investimento inicial 

É possível que pelo preço inicial da instalação você possa querer desistir. Porém, o melhor conselho possível para que esse motivo não o impeça na compra é pensar que você está adquirindo um equipamento que irá amortizar rapidamente, e para que no longo prazo, as contas de energia tenham os resultados esperados: economizar muito!

Compartilhe com seus amigos!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no tumblr