Brasileiros tentam equilibrar praticidade na alimentação com produtos mais sustentáveis

tendencia consumo alimentos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Todo início de ano, entre as resoluções para o ano que virá está o desejo de se alimentar de forma mais saudável.

Mas será que esse objetivo realmente se confirma no comportamento dos brasileiros durante o ano?

Uma pesquisa realizada pela Brasil FoodTrends 2020 mostra que sim. Mas a escolha dos pratos considerados saudáveis não são no formato esperado.

Isso porque, as escolhas são muito mais relacionadas a praticidade e qualidade, do que a comer mais ou menos salada.

O que tem se tornado cada vez mais presente é escolha de alimentos com selos de orgânico e cujo a origem é conhecida.

Ainda de acordo com a pesquisa, das quatro tendências de consumo encontradas no Brasil, três são semelhantes às tendências mundiais.

São quatro características principais que os consumidores brasileiros esperam dos alimentos e fabricantes na hora de se alimentar: 

  1. Praticidade
tendência de consumo de hortaliças
Consumo de hortaliças

No grupo que corresponde a maior porcentagem dos entrevistados, estão as pessoas que consideram a praticidade como prioridade, pois são indivíduos que têm pouco tempo para cuidar da casa.

Por isso, 34% dos entrevistados optam por alimentos cujo a facilidade de preparo torna a rotina mais fácil. Alimentos semiprontos, congelados ou pré-higienizados, no caso das hortaliças, se confirmam como opções que atraem esses consumidores.

  1. Confiabilidade

Esse fator orienta a escolha de aproximadamente 23% do mercado. É um atributo determinante para fidelização dos consumidores.

Os consumidores que priorizam essa característica estão dispostos a pagar mais caro por produtos que foram produzidos de forma mais sustentável.

  1. Prazer

A sensorialidade e experiência no consumo é prioridade para 22% do mercado consumidor de alimentos. Para essas pessoas, quando se fala em alimentação, é importante que ela seja atraente e gostoso.

As pessoas desse grupo tem um perfil mais impulsivo e são guiados por um prazer sem culpa.

Um detalhe importante é que esse grupo tem características sociodemográficas bem diferentes da população em geral, seja pela renda, estilo de vida, entre outros fatores.

  1. Sustentabilidade, bem-estar, ética

No relatório, saudabilidade e bem estar + sustentabilidade e ética foram unidas em um único tópico por serem tendências em crescimento, mas que ainda não estão completamente consolidadas individualmente aqui no Brasil, ao contrário dos principais países.

Esse grupo representa aproximadamente 21% dos consumidores. Eles buscam alimentos que fazem bem à saúde, ao mesmo tempo que respeitam o meio ambiente e questões sustentáveis.

Consumidores desse grupo escolhem uma marca se souberem que ela tem ações que protegem o meio ambiente ou questões sociais, por outro lado, deixam de comprar se a empresa estiver envolvida com irregularidades – mesmo que seja uma marca conhecida.

E quais são os produtos que mais despertam o desejo do consumidor

Em uma pesquisa, quando questionados sobre os produtos que mais despertam o desejo quando são lançados no mercado, os itens listados são:

  • Iogurtes 32% 
  • Bolachas e biscoitos 28%
  • Suco pronto para beber (Tipo garrafa ou caixinha) 27%
  • Chocolates e bombons 25%
  • Queijos 24%
  • Alimentos congelados ou semi prontos (lasanha, pizza e nuggets) 21%
  • Arroz 19%

Ao mesmo tempo que demonstra como os consumidores priorizam os alimentos industrializados que são mais práticos de preparar e consumir, as tendências mostram como os consumidores esperam que esses alimentos ganhem características mais naturais, menos processadas e que tenham responsabilidade ambiental nos processos.

Tendências de consumo de alimentos, covid-19 e delivery

Outra questão que deve ser analisada e teve grande efeito na forma de consumo dos brasileiros foi o isolamento social que e trouxe à tona características sobre as preferências de quem aumentou os pedidos por delivery.

Evitando comer fora de casa, dentro dos lares os consumidores optaram por alimentos que remetem a conforto.

E nessa hora, durante a pesquisa realizada pela consultoria em foodservice Galunion, foram considerados as respostas dos entrevistados sobre pratos preferidos para delivery, sem envolver critérios como origem, qualidade e outros aspectos listados acima.

O alimento preferido no delivery neste período foi a pizza, seguida pelo hambúrguer e comida tipicamente brasileira – sendo aqueles pratos populares: arroz, feijão, frango, estrogonofe, batata frita, bife, farofa, entre outras coisas.

Também entraram na lista, em ordem de preferência: sanduíches, massas, grelhados /churrascos, doces e bolos, salgados, açaí, sorvetes, peixes e frutos do mar, saladas cruas/ folhas, comida japonesa cozida, comida japonesa crua, comida étnica, comida chinesa, comida vegetariana/vegana.

Ao optar pelos alimentos entregues na porta de casa, os consumidores abrem mão de conhecer o processo de preparação dos alimentos. E ao receber o alimento em casa, depositam as expectativas nas embalagens para comida delivery:

  • Elas devem ser facilmente higienizadas;
  • Valorizam locais que encaminham álcool em gel ou lenços umedecidos no álcool para facilitar a limpeza no ato do recebimento;
  • Priorizam os estabelecimentos em que confiam.

Pessoas estão passando mais tempo cozinhando

tendência de consumo de pão caseiro
Tendência de consumo de pão caseiro

Mesmo com o crescimento do delivery, o porcentagem de pessoas que escolheu preparar alimentos em casa durante a pandemia chegou a 93%.

Desse total, 44% das pessoas que já preparavam alimentos em casa consideram que aumentaram a frequência de preparo.

Um dado interessante é que alimentos que antes eram considerados itens complicados de se preparar em casa, passaram a ser feitos dentro dos lares.

A busca por “como fazer” cresceu de forma impactante, com destaque para brownie (234%), esfiha (232%), pão (143%), empadão (122%), coxinha (121%), chocolate (106%), pastel (103%), segundo o Google Trends.

E mesmo as pessoas que buscavam por receitas mais saudáveis passaram a comer mais. Com o benefício que agora a origem e preparo dos alimentos era totalmente conhecido.

Leia também sobre Detox Caps!

Compartilhe com seus amigos!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no tumblr