5 formas de passar o tempo dentro de casa

stay-at-home-5094608_960_720[1]
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Jogar, ler livros e praticar exercícios físicos são algumas possibilidades para aproveitar o tempo em casa.

O ano de 2020 trouxe muitas novidades em diferentes áreas: econômica, social,  cultural e, por fim, sanitária. Em um contexto em que permanecer em casa se tornou necessário, pessoas de todas as partes do mundo buscaram maneiras de respeitar o distanciamento social sem se deixar abater pelo tédio.

O desafio vem sendo especialmente grande para os idosos e para os que têm crianças em casa. Por isso, se você anda encontrando dificuldades para se entreter em casa, confira algumas dicas de atividades, como jogar para relaxar, praticar exercícios físicos e até desenvolver habilidades artísticas.

Habilidades culinárias

Muita gente tem visto nesse momento uma oportunidade de se aventurar na cozinha de casa. Além de acompanhar o processo de preparação das suas refeições do começo ao fim, essa atividade é ótima para quem busca compartilhar mais tempo com a família.

Por isso, na hora de ir para a cozinha, pode ser bom dividir algumas tarefas culinárias com outros integrantes da casa. Cozinhar é uma ótima forma de reunir pessoas, criar memórias afetivas e deixar o clima mais aconchegante.

Games para relaxar

Se os jogos virtuais já faziam sucesso antes dessa crise, a partir dela, esse mercado aumentou sua popularidade e faturamento. A diferença é que, agora, não são apenas crianças e adolescentes que podem buscar nos games uma forma de relaxar.

Além de promover uma interação entre pessoas, que podem se unir para criar estratégias em determinado jogo, essa estratégia é uma boa para quem deseja treinar o contato com uma língua estrangeira e interagir com pessoas novas. Isso pode ser especialmente valioso em tempos de distanciamento social.

Leitura

Essa é uma das atividades mais antigas da história humana. É comum ouvir muita gente falando que tem uma pilha de livros para ler em casa, mas a falta de tempo as impede de fazê-lo.

Por isso, se você tem alguns livros ou revistas na sua casa que estejam há algum tempo esperando sua atenção, aproveite o momento. É uma forma de viajar sem sair de casa. Começar relendo um título que te marcou pode ser uma boa opção. Para quem tem filhos, ler com os pequenos é uma ótima oportunidade de passar tempo de qualidade em família e ter novos assuntos sobre os quais conversar.

Exercícios físicos

No início da crise sanitária, muita gente que mantinha uma prática regular de atividades físicas se viu impedida de sair para correr no parque ou ir à academia. Contudo, já nas primeiras semanas de isolamento, inúmeros sites e plataformas virtuais e televisivas começaram a divulgar alternativas para que as pessoas pudessem  manter os cuidados com o corpo mesmo estando o tempo todo em casa.

Práticas como alongamento, ioga e pilates são algumas das opções mais populares para praticar nessas condições. Existem outras formas ainda mais criativas de se exercitar, como dançar ou pular corda. 

É importante lembrar que, além do corpo, exercícios físicos também contribuem para manter a saúde mental e a sensação de bem-estar, bem importantes no contexto atual. 

Para quem nunca teve o costume de praticar exercícios físicos, a possibilidade de não precisar sair de casa é um ponto positivo. Ao não enfrentar filas e trânsito para chegar a um parque ou uma academia, economiza-se tempo e paciência, podendo ser esta uma novidade estimulante para a prática dessas atividades.

Atividades artísticas

Muita gente tem interesse em aprender algumas atividades artísticas, mas a correria do cotidiano as faz adiar o aprendizado por anos sem fim. Pensando nisso, a necessidade de permanecer em casa pode aflorar a curiosidade em se aventurar por diferentes linguagens artísticas, como literatura, dança, teatro, artes plásticas, cinema, entre outras.

Para isso, primeiramente, separe um dia e um horário em sua agenda, como se você fosse a uma atividade organizada por alguma instituição. Depois, busque materiais e pessoas que possam te ajudar a desenvolver isso. Se a atividade demanda materiais (como pincéis, tintas e papéis), compre-os pela internet. Uma boa dica é começar por atividades simples, para ir pegando o espírito e não desistir.

Compartilhe com seus amigos!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no tumblr