Teleconsulta: Uma Tendência que Veio para Ficar

teleconsulta
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

No ano de 2020, a teleconsulta foi utilizada 250 mil vezes por mês, o que mostra que é uma tendência que veio para ficar.

Segundo a Fenasaúde – Federação Nacional de Saúde Complementar -, cerca de 88% dos atendimentos realizados foram resolvidos dessa forma.

E é exatamente por isso que a maioria dos planos de saúde aderiram a essa nova modalidade, e sem falar que pelo receio de contrair o Covid-19, muitos pacientes começaram a utilizar a telemedicina.

Além disso, há a possibilidade de um número muito maior de pessoas ter acesso à saúde, e isso realmente não tem preço.

Se você ainda está em dúvida se realmente funciona o atendimento médico à distância, vamos mostrar suas principais características e vantagens.

Como funciona a consulta online?

Em primeiro lugar, saiba que o Conselho Federal de Medicina reconhece a consulta à distância em três moldes:

  • Teleorientação: os médicos podem encaminhar pacientes em isolamento;
  • Telemonitoramento: acompanhamento à distância;
  • Teleinterconsulta: troca de informações entre médicos a fim de definir um diagnóstico.

Ao longo do ano passado, não apenas reduziu a ida desnecessária até hospitais, mas permitiu que os pacientes se sentissem mais seguros e acolhidos.

Embora com uma procura cada vez maior, não substitui a consulta presencial, pois muitas vezes o médico precisa examinar mais de perto o paciente.

Esse é o caso do médico joelho que atende unimed e outros planos de saúde, uma vez que o profissional precisará avaliar a condição do joelho e isso só é possível presencialmente.

Portanto, a telemedicina usa uma tecnologia que conecta médicos e pacientes através de chamadas de vídeo, e os resultados têm sido bastante satisfatórios.

Telemedicina: tendência que veio para ficar

É bom que fique bem claro que a telemedicina ainda não é definitivo, pois está ainda em caráter temporário, enquanto perdurar a emergência em saúde pública devido ao novo coronavírus.

Lembrando que a telemedicina já é uma realidade em muitos países.

Mas pelo que tudo indica será regulamentada, e isso é o que vai garantir a proteção de todas as informações, tanto pelo lado dos pacientes quanto dos médicos.

E se você pensar no tamanho do Brasil, imagine quantas pessoas poderão ser atendidas, e quantas vidas poderão ser salvas.

Um levantamento feito mostrou que até 88% das queixas podem ser resolvidas através da telemedicina, sendo uma solução para prontos socorros lotados, falta de médicos e longos tempos de espera, principalmente no Sistema Único de Saúde.

E o que mostra que é uma tendência que veio para ficar é que a maioria dos planos de saúde já adotou essa modalidade, e já é uma realidade para muitos beneficiários.

Quais as vantagens

Ainda existe um certo receio de que os atendimentos à distância vieram para substituir a consulta presencial, muito pelo contrário.

Um pode complementar o outro e quem acaba ganhando são os pacientes.

Confira algumas vantagens:

  • Mais pessoas com acesso à assistência à saúde;
  • Ajuda na prevenção de doenças;
  • Possibilidade de acompanhar pacientes com doenças crônicas;
  • Atender pessoas em regiões de difícil acesso;
  • Intervenções antes do agravamento de uma doença;
  • Idas desnecessárias a hospitais.

Como já foi dito, as operadoras de planos de saúde apontam que a telemedicina conseguiu resolver 88% das demandas e encaminhar os casos de maior complexidade para o atendimento presencial.

Cuidados ao usar a telemedicina

É muito importante estar atento ao usar a telemedicina e tomar bastante cuidado com o que é ofertado.

Telemedicina não significa uma simples consulta remota, é um serviço contínuo oferecido por planos de saúde.

Ou seja, é uma assistência integral, com todas as mesmas obrigações contratuais de um atendimento presencial.

Se você tem um plano de saúde, vale a pena se informar se disponibiliza atendimentos online e assim, você vai poder aproveitar todos os benefícios.

Compartilhe com seus amigos!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no tumblr