Curiosidade: veja quais raças sentem mais calor

rottweiler-1785760_960_720[1]
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A origem, a quantidade de pelos e até a anatomia podem influenciar o calor que os animais sentem.

Cada raça possui uma especificidade: há as que funcionam melhor em lugares mais quentes, assim como existem aquelas que gostam de rolar na neve. Como no Brasil não é possível levar o cachorro para brincar no gelo, os donos de animais que sentem muito calor devem buscar formas de aliviar esse incômodo.

O cachorro Lulu da Pomerânia, por exemplo, é um dos pets que sofre na estação mais quente do ano. Mantê-lo com os pelos bem aparados durante o verão pode ajudar, assim como deixá-lo em partes mais fresquinhas da casa. A raça tem como característica a pele muito sensível, com predisposição a enfermidades, como eczemas e dermatites. 

Além de levá-lo ao veterinário para exames de rotina anualmente, vale ficar atento ao comportamento do bichinho: aumento da coceira, sensação de dor e cheiro forte podem indicar que algo está fora do normal. Quer conhecer outras raças que sentem muito calor? Então, confira a lista a seguir!

Chow-chow

Seria um cachorro ou um leãozinho? Talvez, o Chow-chow seja um mix dos dois: com pelos volumosos e porte médio, a raça é conhecida pela lealdade, presença imponente e reatividade em situações de perigo. Felizmente, trata-se de um pet muito obediente, que pode ficar ainda mais tranquilo se passar por adestramento nos primeiros meses de vida.

Acredita-se que a origem do Chow-Chow remonta ao Norte da China. Os registros mais antigos datam de eras antes de Cristo, o que faz com que essa raça seja considerada bem antiga — mais de dois mil anos! Por isso, é difícil saber qual foi a origem dela. O que se tem certeza é que esses pets eram utilizados como cães de guarda, protegendo a família e os rebanhos, caça e até para tração.

Sua relação com o calor é complicada: por ser originário de regiões mais geladas, o Chow-Chow tem problemas com altas temperaturas. A camada espessa de pelo faz com que ele sempre esteja aquecido, o que pode ser uma desvantagem em temperaturas mais altas.

É importante tosá-lo? Mais ou menos. O Chow-Chow deve ser tosado de forma mínima, porque não ter pelos também é complicado, já que, se for exposto ao sol, o animalzinho pode sofrer queimaduras. Mantenha-o na sombra, ofereça água fresca e deixe-o em áreas ventiladas nos dias mais quentes.

Cães braquicefálicos

Chamamos de cães braquicefálicos os Shih-tzus, os Boxers, os Buldogues (Franceses e Ingleses) e os Pequineses. Todos esses animais possuem focinhos achatados, o que faz com que respirar seja uma atividade bastante cansativa e, às vezes, difícil.

Isso tem uma razão: por conta da seleção de características escolhida pelos humanos ao longo dos anos, de acordo com as percepções estéticas e desejos dos criadores, os animais em questão desenvolveram problemas no trato respiratório, o que causa a síndrome respiratória braquicefálica. 

No calor, esses pets têm ainda mais dificuldade para respirar. Como sabemos, o processo de regulação de temperatura corporal é diferente entre seres humanos e cães. Quando precisamos regular a nossa temperatura, transpiramos. Os cachorros fazem isso principalmente por meio da respiração.

Se há dificuldade para respirar, o corpo se aquece mais rápido e não consegue resfriar tão facilmente. Assim, é preciso proteger esses animais do sol, não sair com eles em horários muito quentes, oferecer água mais geladinha e mantê-los sempre na sombra. Em estabelecimentos especializados, há tapetes “geladinhos”, nos quais os pets podem se deitar.

Uma dica: se o seu pet ronca muito, cansa fácil quando faz exercícios ou parece ter dificuldade para respirar normalmente, leve-o ao veterinário para avaliação. Se algo for constatado, é possível dar início a um tratamento que, em muitos casos, melhora e prolonga a vida do animal de maneira significativa.

Compartilhe com seus amigos!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no tumblr