O papel do Corretor no Seguro Auto

papel do corretor no seguro auto
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

De uns anos para cá, o corretor de seguros deixou de ser a figura focada apenas na venda do seguro. A cada ano, reforça-se mais a figura do corretor como consultor de riscos e facilitador na identificação e orientação de necessidades para o proponente (aquele que propõe um risco para a seguradora). É claro que ainda existem corretores com o perfil focado apenas na venda, e ainda aqueles que são focados apenas no preço. Basicamente, podemos definir os corretores nessas três classificações:

  • Focado no preço: “Meu seguro é o mais barato!”
  • Focado na venda: “Compre o meu produto!”
  • Focado nas necessidades do cliente: “Deixe-me saber mais sobre suas necessidades, e vou lhe dizer se o meu produto é ou não o ideal para o seu caso”.

Este terceiro perfil é considerado o corretor de seguros ideal, isso por que, ele está mais preocupado com as reais necessidades do cliente, e é justamente essa preocupação dos corretores que faz da corretagem um serviço mais adequado para os consumidores, pois este saberá que estará bem amparado pelas coberturas em casos de sinistros.

Sinistro, dentro do ramo de seguros, é toda a concretização de um risco. Por exemplo: uma colisão, se tratando de seguro automóvel; uma doença que venha a ocorrer, dentro da saúde suplementar; o incêndio de uma casa, no seguro residencial. etc…

Seguro automotivo e o corretor de seguros

Segundo o Portal Brasileiro de Apoio às Corretoras de Seguros e Segurados (PBACSS), existem aproximadamente cerca de 100 mil corretores ativos no Brasil. A notícia afirma que os corretores, junto com o cliente interessado na contratação de um seguro para seu automóvel, irão avaliar todas as necessidades do cliente, como as coberturas necessárias, adicionais como seguro contra terceiros e responsabilidade civil facultativa de veículos, bem como o que mais for necessário para a realidade do cliente. 

Fonte: Portal Brasileiro De Apoio Às Corretoras De Seguros E Segurados
Segundo o Portal Brasileiro de Apoio às Corretoras de Seguros e Segurados (PBACSS), existem hoje aproximadamente 100 mil corretores de seguros ativos no Brasil.

Vale lembrar que o valor para a liquidação de sinistros, em caso de perda total do veículo, é com base na tabela FIPE. O valor não poderá exceder o valor da tabela, somente nos casos em que isso for negociado à parte, junto à seguradora. Porém, o limite máximo para o seguro de veículos é em 110% da tabela FIPE, e por esse motivo, muitas vezes o seguro para autos antigos bem conservados acaba não sendo tão interessante, já que o valor dos autos, em tabela, é bastante inferior ao valor do veículo em si, caso ele esteja bem conservado e com placa preta.

Por que contratar um seguro auto

A cultura do seguro está cada ano mais intensa no Brasil. Por questões históricas, as seguradoras e o conceito de seguro ficou muito manchado no passado. Hoje em dia existe uma serie de leis e regulamentações, além da SUSEP e CNSP que estão legislando e fiscalizando a atuação das corretoras. Por este motivo, o brasileiro passou a acreditar mais na proteção proporcionada pelos seguros. 

Um seguro auto traz ao seu proprietário muito mais segurança para utilizar o veículo. As coberturas são inúmeras, que vão desde revisões, troca de óleo, carro reserva, guincho, indenização em casos de acidentes, até a reposição de um veículo novo em caso de furto.

A contratação hoje em dia é muito simples. É possível contratar um seguro auto on-line em poucos minutos, através de um formulário com poucos passos e baixa complexidade, ou ainda, indo até uma corretora de seguros para falar com um consultor devidamente habilitado. 

Por Que Contratar Um Seguro Automotivo
Os benefícios do seguro auto são inúmeros, dentre eles, destacam-se: restituição em caso de roubo, indenização a terceiros devido a erros cometidos pelo segurado, entre outros

Como funciona?

O funcionamento de um seguro auto é bastante simples: 

  • Os seguros costumam ter vigência de um ano. Ao término do prazo, é necessário fazer a renovação do seguro, que poderá ter um desconto no preço, caso o valor da tabela FIPE tenha sido reduzida para o veículo.
  • No caso de sinistros, o segurado poderá entrar em contato com o corretor, ou diretamente com a seguradora, através do cartão do seguro, que costuma ser enviado pelos correios juntamente com a apólice.
  • O chamado prêmio do seguro, nada mais é do que o valor que o dono do veículo para à seguradora. O prêmio é divido em várias cotas, como a de carregamento (que seria o pagamento para a seguradora pela prestação do serviço), 

Quais as coberturas do seguro auto?

As coberturas são todos os riscos transferidos para a seguradora, contemplados na apólice. Então, basicamente, o que você contratou junto ao corretor, estará coberto. 

Existem várias coberturas para automóvel, e as principais são:

  • Furto e roubo (ressarcimento total do veículo, baseado na tabela FIPE vigente no mês do sinistro)
  • Incêndio 
  • Colisão (ressarcimento podendo ser parcial ou total, de acordo com a porcentagem da perda e o pagamento de acordo com a franquia estipulada)
  • Carro reserva

Como faço para contratar um seguro auto?

Ao interessado, a primeira etapa é buscar por uma corretora de seguros na sua cidade. Indicamos fortemente que se busque por uma corretora cadastrada junto à SUSEP, que é o órgão fiscalizador no Brasil. Informe ao corretor suas necessidades, bem como as finalidades para quais o veículo é usado, nome e CPF de todos os motoristas do veículo, se é usado para trabalho ou apenas passeio, viagens, se o veículo fica em garagem coberta ou estacionado na rua durante a noite, e outros fatores. É importante responder a todas as perguntas corretamente. Outra opção é contratar um seguro on-line. Clique aqui para encontrar um corretor na sua cidade.

É importante ainda estar atento que, caso haja alguma mudança nos fatores de risco, por exemplo: mudança de endereço para CEP diferente, é necessário emitir um endosso à seguradora, através do corretor, para que a seguradora esteja ciente sobre as alterações. Esse tipo de alteração poderá proporcionar um pagamento adicional ou restituição para o segurado.

As informações acima foram fornecidas por Fernando Batista, do site http://corretorasdeseguros.com.br

Compartilhe com seus amigos!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no tumblr