O que deve ser levado em conta na hora da compra do primeiro veículo?

car-1149997_960_720[1]
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Fique de olho nos custos que envolvem a compra do seu primeiro carro.

Acabou de tirar a carteira de motorista e está em dúvida sobre a compra do seu primeiro veículo? Vamos lhe ajudar a entender quais fatores você deve considerar para fazer a sua escolha. 

A compra de um carro novo é uma grande responsabilidade. Além de pagar pelo veículo, é preciso pensar nos custos que um automóvel trará para o seu orçamento. 

Então, é necessário planejar bastante antes de fazer a compra de um veículo.

Comprar um carro no achismo é muito perigoso, pois, isso aumenta o potencial de criar uma dívida com a aquisição do automóvel. Confira as nossas dicas para facilitar a sua compra abaixo.

Financiamento ou compra à vista 

As duas maneiras mais populares de adquirir um veículo é por meio de um financiamento ou da compra à vista. No primeiro caso, você deve ficar de olho nos valores das prestações. Para isso, faça simulações para ter certeza de que as parcelas não comprometam mais que 30% do seu orçamento. 

Em caso de compra à vista, você também deve analisar as suas possibilidades. Nessa questão, você pode tentar negociar um abatimento maior com a concessionária ou a revendedora, o que, geralmente, é possível neste tipo de pagamento. 

Custos com impostos e documentos 

O carro é um bem que gera muitos custos mensais e anuais. Alguns destes são referentes a documentos e impostos. Independentemente do carro, você terá que pagar o IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores), então, é importante ter uma estimativa do valor. 

Junto ao IPVA, você também precisa pagar o seguro DPVAT, valor pago para a cobertura de acidentes automotivos. Em geral, no pagamento do IPVA, o motorista também paga as taxas de licenciamento anual, que variam de estado para estado. 

No caso da compra de um carro zero km, também será preciso pagar para fazer o emplacamento do veículo. Para isso, será preciso quitar taxas de despachante e valores cobrados pelo Detran. 

Estes tributos devem ser pagos logo no início do ano. Porém, caso você compre um carro que não esteja com o IPVA ou o licenciamento em dia, terá de pagá-los, independente da época do ano, então, fique atento a isto. 

Despesas com seguro e manutenção 

Os custos com seguro e manutenção de um veículo são mensais, acrescentando mais gastos ao seu orçamento. O seguro é um fator importante para a proteção do carro, não só contra roubos e furtos, mas também para coberturas de assistência veicular, como reboque e automóvel reserva, por exemplo. 

O ideal é que você faça simulações nas principais seguradoras, assim, pode ter uma ideia da média de valor do seguro do carro que deseja comprar. Dessa maneira, você pode escolher um veículo que tenha um preço razoável de seguro. 

As manutenções do carro são periódicas. Pelo menos, a cada dois meses, você precisará realizar algum tipo de revisão no veículo. Se você for comprar um carro novo, por exemplo, pode verificar se a concessionária cobre as primeiras revisões. 

No caso de carros usados, isso pode ser um pouco mais difícil. O ideal é que você conte com a ajuda de um mecânico para avaliar as condições do automóvel. Em geral, estes veículos já tiveram mais de um dono e têm uma quilometragem maior, por isso, não há como garantir que a manutenção esteja em dia. 

Também é importante perguntar a um mecânico se as peças dos carros que lhe interessam são muito caras ou difíceis de encontrar no mercado. Assim, você pode ter uma ideia dos valores de manutenção, o que varia bastante, dependendo do modelo e da marca.

Compartilhe com seus amigos!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no tumblr