Como estimular intraempreendedores na sua equipe

maos-close-up-de-colegas-de-trabalho-de-escrita_1098-2513[1]
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Você já ouviu falar em intraempreendedores? Eles podem ser essenciais para o crescimento da sua empresa e, por isso, é indispensável saber como estimular essa característica nos colaboradores da sua equipe.

Como é sabido, o crescimento de uma companhia depende de uma série de fatores. O seu segmento, a qualidade dos produtos ou serviços prestados, o marketing e o atendimento são elementos indispensáveis em qualquer tipo de negócio. 

Mas há também outro ponto fundamental que pode fazer toda a diferença no sucesso de uma marca: a equipe de profissionais envolvidos no projeto. 

De fato, seja para vender alarme de incêndio ou para comercializar peças de roupas infantis, o envolvimento e o engajamento dos colaboradores pode impactar diretamente nos resultados conquistados. 

Qualquer pessoa sabe que um profissional que se empenha no seu cargo consegue se destacar dentro do ambiente corporativo. Afinal, ele se mostra sempre disposto e se compromete em entregar o melhor trabalho possível. 

Encontrar um profissional que tenha essas virtudes no mercado de trabalho nem sempre é fácil, o que pode acabar prejudicando o desempenho do estabelecimento se não houver pessoas preparadas para as suas funções. 

Mas para que a sua empresa conte com um colaborador desse nível, não é mais preciso contar com um milagre vindo dos céus: hoje é possível investir em uma série de recursos que ajuda o empresário a preparar os seus próprios intraempreendedores. 

Se você é dono de um negócio e sabe a diferença que os colaboradores motivados e responsáveis podem fazer dentro da sua empresa, certamente se interessa pelo assunto e quer entender melhor o que isso significa. 

Então, não deixe de realizar a leitura completa deste conteúdo e saiba o que é um intraempreendedor, e o que você pode fazer para estimular esse perfil de funcionários dentro da sua companhia. 

O que é um intraempreendedor?

Quem já precisou comprar móveis planejados para banheiro pode ter tido a experiência de conversar com um vendedor que estava bastante empenhado no seu trabalho, o que pode ter despertado a dúvida sobre se ele era ou não o dono da loja. 

Esse perfil de colaborador se torna cada vez mais indispensável, e pode ser um dos fatores diretos que contribui para o sucesso de um determinado empreendimento. Mas afinal, o que é um intraempreendedor?

Também chamado de empreendedor corporativo, o intraempreendedor é um colaborador que se destaca dentro do ambiente de trabalho por uma série de características positivas, que podem ser:

  • Buscar entender todos os processos da empresa;
  • Sugerir meios de trabalho com embasamento;
  • Ter uma postura proativa;
  • Agir como dono da empresa;
  • Entre outros.

Funcionários com um desempenho médio nem sempre estão interessados em entender como a empresa funciona de modo orgânico. Assim, eles acabam por aprender a sua função e ficam satisfeitas com isso. 

Em contrapartida, o intraempreendedor tem uma visão mais ampla: ele quer entender como funciona cada processo da limpeza de fachada, por exemplo, de modo que saiba como ela é feita e tenha maior clareza sobre o funcionamento do estabelecimento. 

Ao investir nesse tipo de conhecimento, ele pode se aprofundar mais no segmento, buscando estudos e pesquisas dentro desse nicho. Dessa forma, ele consegue sugerir procedimentos de trabalho mais produtivos, com embasamento e assertividade. 

Além disso, um empreendedor corporativo tem uma postura proativa. Isso quer dizer que nenhum tipo de problema impacta nos seus resultados, justamente porque ele tenta sempre resolver qualquer empecilho da melhor maneira possível. 

Tudo isso pode ser visto como uma maneira de agir como dono da empresa, ou seja, a pessoa que se engaja em trabalhar bem para que os objetivos e metas do empreendimento sejam atingidos mais facilmente. 

Nesse sentido, o funcionário que trabalha como vendedor em uma loja especializada em concertina dupla, por exemplo, pode saber perfeitamente cuidar do estoque da empresa, prestar um pós-venda de excelência e cuidar do despacho dos produtos facilmente.

Afinal, ele se empenhou em entender o funcionamento do estabelecimento, estando sempre disposto a aprender novas funções e a otimizar o trabalho para que ele seja cumprido com qualidade. 

Quais ações ajudam a estimular o intraempreendedorismo?

Apesar de parecer uma tarefa desafiadora, estimular o intraempreendedorismo é mais simples do que se imagina em um primeiro momento. 

Isso porque muitas das ações que são aplicadas para essa finalidade já são bem comuns em empresas de manutenção de elevadores ou em escritórios de telemarketing, de modo que aplicá-las com um melhor direcionamento vai trazer os resultados desejados. 

As atitudes de intraempreendedores não precisam ser estimuladas apenas pelos donos do negócio, sendo os gestores também designados para essa tarefa, principalmente porque eles lidam de forma mais constante e direta com a equipe da empresa. 

Investir nesse trabalho pode ser um dos meios mais eficazes para que a empresa conquiste os seus resultados, uma vez que colaboradores 100% focados nos valores, na missão e na visão da empresa conseguem ir mais longe e contribuir efetivamente com a companhia. 

1. Estimular e dar suporte para a capacitação

A capacitação é uma das partes mais importantes na carreira de qualquer profissional. É por meio dela que um colaborador ganha domínio para atuar de maneira aperfeiçoada nas suas funções, ampliando o seu conhecimento sobre o setor onde ele atua. 

Nesse sentido, é essencial que os gestores e empresários estimulem e deem o suporte necessário para que o colaborador busque aperfeiçoar a sua mão de obra, obtendo assim os meios de crescer e se desenvolver com maior embasamento. 

2. Oferecer qualificações profissionais

Há muitos casos em que, ao admitir um novo funcionário, a empresa descubra nele um potencial para uma atividade diferente daquela para o qual ele foi contratado. 

Assim, com o passar do tempo, percebendo que realmente o colaborador possui interesse em desbravar uma nova função, a empresa pode proporcionar meios de que o profissional tenha acesso à qualificação necessária para isso. 

Um exemplo disso pode ser uma companhia especializada em produtos para casa e construção. Ao investir no colaborador e permitir que ele obtenha a formação necessária, ele pode se tornar um engenheiro químico e produzir uma nova versão de manta asfáltica.

Por isso, criar um plano de carreira e garantir que o profissional tenha meios de conquistar novos patamares na sua trajetória pode ser um investimento importante para o estabelecimento e para estimular o intraempreendedorismo na sua equipe. 

3. Integrar os times de diferentes departamentos

Para que os funcionários possam ter um perfil de empreendedor corporativo, conhecendo a fundo sobre o funcionamento da empresa, é importante oferecer ações de entrosamento entre os times de diferentes departamentos. 

Isso porque ao entender como se dá a dinâmica de receber uma solicitação de reforma comercial, por exemplo, os colaboradores conseguem ter uma visão ampla sobre cada etapa do trabalho. 

Dessa forma, eles não só entendem melhor a função de cada pessoa que atua na empresa, como também conseguem contribuir para que o trabalho se torne mais eficiente, potencializando a produtividade da companhia como um todo. 

Essa ação ajuda no desenvolvimento de hábitos de proatividade, que certamente impactam positivamente no trabalho, nos departamentos e no estabelecimento como um todo. 

4. Estipular metas

Todo empresário sabe da importância de estipular metas no seu negócio, uma vez que elas servem até mesmo de incentivo para o crescimento e a expansão da marca. 

Essa também é uma estratégia eficaz para estimular o intraempreendedorismo na sua equipe, uma vez que os profissionais atuam de maneira mais direcionada para alcançar os objetivos propostos. 

Nesse caso, quando há a meta de vender uma determinada quantidade de toldo articulado no mês, os colaboradores se empenham em ações que permitam alcançá-la o quanto antes, gerando engajamento em todos eles. 

Por isso, é indispensável saber como estimular o trabalho da sua equipe de colaboradores e saber bonificar essas ações, de forma a trazer resultados cada vez melhores para o negócio. 

5. Invista em treinamento e apresente cases de sucesso

Qualquer segmento sofre constantes impactos da tecnologia, o que faz com que uma empresa precise investir em inovação, como um modo de não ficar atrás dos seus concorrentes. 

Nessa fase, é comum que os processos tenham que ser alterados, o que implica no treinamento da equipe, que precisará se adaptar às novidades da companhia. 

Mas oferecer um treinamento para os seus colaboradores pode ter ainda outras funções, como mantê-los motivados, o que ajuda no crescimento profissional de qualquer funcionário. 

Outra maneira de complementar essa ação é apresentar cases de sucesso na área, que estimulam a sua equipe a querer alcançar determinados objetivos. 

Por fim, vale mencionar que citar os feedbacks de clientes que tiveram impactos positivos depois de um trabalho de excelência da sua empresa também contribui para o crescimento pessoal e profissional da equipe, e na conquista de intraempreendedores. 

Ao investir nas ações mencionadas acima, certamente você conseguirá estimular o perfil de empreendedor corporativo nos seus colaboradores com maior eficiência.

Sendo assim, não deixe de seguir as sugestões deste conteúdo e construa a equipe intraempreendedora dos sonhos de qualquer empresário.
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe com seus amigos!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no tumblr