As principais tendências de moda para o futuro

jeans-2979818_960_720[1]
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Transformações na sociedade e no meio ambiente apontam para o futuro da moda. Fique por dentro das principais tendências.

A moda é uma das expressões estéticas que mais acompanham as discussões de uma determinada época. Prova disso é que ela é um elemento essencial para entender a história de uma sociedade. Inclusive, muitos museus importantes de todo o mundo, têm acervos especiais dedicados ao vestuário.

No entanto, se, por um lado, ela pode nos fazer viajar no passado, por outro, pode indicar os caminhos para o futuro, por meio de acontecimentos no presente. Quando se fala em tendência, por exemplo, mais do que decisões de mercado, estamos discutindo de que maneira os modelos de roupas se engajam com os desejos e as necessidades da sociedade no tempo atual.

Você já deve ter notado que os desfiles de moda acontecem com previsões futuras, e as grifes mais importantes já apresentaram suas coleções de 2021. Em um mundo em que as discussões em relação aos direitos das minorias, à crise política e à preservação do meio ambiente são pautas em ascensão, é evidente que a moda do futuro vai tocar nesses pontos de alguma maneira. 

Natureza

Desde a Primeira Revolução Industrial, entre os séculos XVIII e XIX, artistas e intelectuais propõem a elaboração de um pensamento estético, em resposta à industrialização massiva do mundo. Movimentos como o Romantismo, por exemplo, tinham como um de seus pilares o retorno para a natureza e a fuga da cidade.

Anos mais tarde, entre as décadas de 1970 e 1980, os movimentos de contracultura voltaram a se expressar artisticamente, abordando as mesmas questões. Dessa vez, o vestuário teve um papel fundamental. O tie dye, por exemplo, se tornou uma aplicação extremamente popular, sendo utilizado por grandes estrelas da música na época.

Alguns pensadores afirmam que, nos dias atuais, vivemos uma Quarta Revolução Industrial, em que os processos de digitalização de produtos, serviços, bens e relações estão intimamente ligados com a forma que o capital circula de maneira global.

Além disso, questões como o excesso de consumo de plástico, as queimadas e o derramamento de petróleo nos oceanos fazem parte de nossas rotinas. Uma vez que a moda nada mais é que uma expressão estética tanto de coletividade, quanto de individualidade, é impossível negar que a sustentabilidade seja uma forte tendência, aparecendo já nos dias atuais.

Seja nas estampas, incluindo a volta do tie dye, que, finalmente, ganhou as passarelas, por meio do uso de tecidos ecológicos ou até com a onda dos brechós, a tendência de consumo consciente chegou aos itens de moda.

Futuro

Se há quem queira fugir da cidade, existem aqueles que não se veem fora dela. Entre diversos movimentos que se engajam com as novas tecnologias, pode-se dizer que uma grande tendência da moda são os elementos que fazem menção clara a uma nova noção de futurismo.

O uso cada vez maior de tecidos inteligentes é um exemplo disso. Já existem tecidos térmicos, bem como aqueles que eliminam vírus e bactérias, sendo essa uma camada da tendência futurista mais relacionada com a função da roupa, pronta para atender às demandas de agora e do futuro.

Também existe a nova estética futurista, chamada de techwear. De forma geral, são peças e looks que te deixarão prontos, tanto para academia, quanto para a balada ou um barzinho. Grande parte da disseminação deve-se o casal Kanye West e Kim Kardashian West, que, vez ou outra, são vistos com looks extremamente futuristas e acabam apontando os caminhos dessa tendência.

Inclusão

Umas das principais discussões políticas dos tempos atuais é aquela que orbita a diversidade dos corpos. Assuntos relacionados à forma como a moda tem papel e responsabilidade na disseminação da gordofobia é uma pauta relevante, que tem influenciado marcas e lojas a repensarem suas estruturas.

Se existe demanda, também há oportunidade de mercado. Um relatório da Associação Brasil Plus Size (ABPS) demonstrou que, enquanto o setor de vestuário, no Brasil, teve uma pequena retração de 5%, nos últimos dois anos, a moda plus size cresceu 20%, no mesmo período.

Assim, podemos apostar que a moda do futuro será mais inclusiva, seja pelas demandas, pelas discussões ou pelas oportunidades de investimento.

Compartilhe com seus amigos!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no tumblr