Remoção pediátrica em Curitiba

ambulância em Curitiba
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A remoção pediátrica se destina ao transporte em ambulância Curitiba para crianças que precisam de auxílio e monitoramento por equipe de saúde e equipamentos especiais para possíveis intervenções médicas.

O paciente pediátrico pode precisar da remoção por diversas razões, sejam os casos mais graves ou mais simples, como alta hospitalar ou transferência entre hospitais com estado de saúde estabilizado. É considerado pediátrico o paciente que tenha entre 29 dias de nascido até 12 anos de idade. Os serviços de ambulância Curitiba da Brasil Emergências Médicas realizam todo trabalho de acordo com as necessidades específicas de cada paciente.

O preparo do transporte e da ambulância Curitiba é um dos pontos mais importante no procedimento que deve ser realizado com todo o cuidado e zelo possível. No caso de transporte inter-hospitalar, é necessário o contato entre os médicos do serviço de origem ao local de destino, sempre avaliando o estado de saúde, diagnóstico, sinais vitais e etc.

A Brasil Emergências Médicas oferece serviço de ambulância Curitiba para remoção pediátrica. Com profissionais experientes, contamos com um atendimento ágil e rápido, garantindo o conforto e segurança do paciente.

Para a remoção pediátrica inter-hospitalar, é necessário se atentar a duas regras fundamentais:

Transportar a criança estável

Transportar a criança estável não significa sadia. Mesmo em estado grave, porém adequadamente manejada e monitorada, é possível realizar o transporte de maneira segura. Em caso de necessidade de intervenção médica durante o trajeto, de qualquer natureza, realizar imediatamente e continuar o monitoramento do estado de saúde.

Solicitar equipe especializada

Crianças em risco de vida devem ser acompanhadas durante todo o trajeto por um médico pediatra, que é o profissional mais indicado e preparado para lidar com as intercorrências que podem acontecer e realizar a melhor abordagem para estabilizar o quadro clínico da criança. Além do médico, é necessário o acompanhamento do enfermeiro na ambulância.

Ambulância Curitiba para remoção pediátrica

A remoção adequada do paciente pediátrico grave é de fundamental importância para seu estado de saúde e parte integrante do seu tratamento. Por isso, deve ser cuidadosamente planejado e executado, com profissionais especializados e capacitados para realizar um transporte que preserve a vida do paciente.

É importante o acompanhamento de médico pediátrico, além do enfermeiro e motorista-socorrista para garantir a execução de intervenções, caso seja necessário ao longo do trajeto.

No caso de crianças com risco de vida, a ambulância Curitiba necessita de aparelhagem de UTI completa, garantindo todo o suporte necessário.

Situações de emergências pediátrica

As emergências pediátricas exigem um atendimento rápido e eficiente para estabilizar o estado de saúde do paciente e preservar seu bem-estar. Muitas vezes, os pais ou responsáveis pela criança não sabem como lidar nessas situações.

Os primeiros-socorros são as medidas que devem ser tomadas imediatamente e tem um papel importantíssimo no desfecho da situação. Os casos de emergências em que a criança deve ser levada ao pronto socorro incluem:

  • Febre muito alta;
  • Intoxicação;
  • Crise asmática forte;
  • Acidentes e traumas;
  • Criança abatida ou com ruídos de dor;
  • Vômitos que não param;
  • Falta de ar;
  • Diarreia líquida seguida de dor de cabeça súbita e forte.

Em alguns casos, o transporte ao pronto-socorro deve ser feito por uma ambulância Curitiba e equipe especializada. Isso porque ela é capaz de oferecer o suporte necessário durante todo o trajeto e a realização de intervenções médicas, caso necessário.

A Brasil Emergências Médicas conta com veículos novos e com equipamentos de alta tecnologia, para oferecer o melhor e mais eficaz atendimento. Com agilidade, rapidez e conforto durante o transporte, o paciente e a família se sentem seguros e acolhidos. Contamos também com profissionais altamente qualificados e treinados para qualquer situação de emergências. As remoções pediátricas contam com o acompanhamento do médico pediatra, que é o mais indicado para este tipo de serviço por saber qual a melhor abordagem a ser feita.

O que fazer em casos de engasgos?

A Lei N 13.772, consolidada em 2018 e popularmente conhecida como Lei Lucas, determina que todas as escolas (públicas e privadas), treinem todos os seus professores e colaboradores em técnicas de primeiros-socorros para evitar que ocorram maiores tragédias.

Isso porque o aluno conhecido pelo nome da Lei, Lucas, faleceu durante um engasgo ocorrido durante o horário escolar. Por isso, é primordial que não apenas pais, mães e professores, mas todos, saibam como lidar e proceder em momentos de engasgo do bebê ou criança.

Veja a seguir algumas orientações para saber lidar com essas situações:

O que é o engasgo e como ele é causado?

A traqueia é a responsável pela passagem de ar para dentro e fora dos pulmões. Quem a protege é a epiglote, que funciona como uma porta que se abre e fecha sempre que necessário. Assim, quando ingerimos ou comemos, ela não permite a passagem dessas substâncias aos pulmões. Nos momentos em que estamos respirando, ela se abre para passagem de ar.

Quando por algum motivo ocorre o bloqueio da traqueia, ocorre o que chamamos de engasgo. Falhas no funcionamento da epiglote, bloqueiam a passagem de ar, o que causa asfixia e pode levar até a morte.

Nos bebês, as principais causas que levam ao engasgo são a ingestão de líquidos. Já nas crianças mais velhas pode variar bastante, podendo ser líquidos, sólidos, pequenos objetos, peças de brinquedos, etc.

Por isso, é muito importante ficar atento aos sinais de engasgo para que as medidas sejam tomadas rapidamente. Os primeiros sinais para se identificar quando há a ocorrência de um engasgo são:

  • Tosse;
  • Dificuldade para falar;
  • Dificuldade para respirar;
  • Chiado;
  • Respiração ruidosa.

Como proceder?

Ao notar sinais de engasgo na criança, é necessário tomar as atitudes necessárias para evitar qualquer tipo de tragédia. O mais importante é chamar um serviço de urgência e emergência, que possui profissionais capacitados para realizar todos os procedimentos de maneira eficaz. Todavia, enquanto eles não chegam ao local, veja algumas orientações a serem feitas em crianças de acordo com sua idade:

  • Crianças de até 1 ano
  1. Segure as crianças de bruços, com o rosto voltado para baixo e a cabeça mais baixa que o tórax.
  2. Certifique-se de sustentar a cabeça com firmeza no seu antebraço.
  3. Aplique cinco golpes enfáticos no meio da costas. Use o punho da mão com dedos estendidos.
  4. Em seguida, vire a criança de barriga para cima novamente de maneira firme, apoiando sua cabeça e a mantendo mais baixo que o corpo.
  5. Se o objeto não sair com essas manobras, aplique cinco compressões rápidas no tórax (utilize três dedos para aplicar as compressões no meio do tórax, entre a linha dos mamilos);
  6. Se esse procedimento ainda não for suficiente para expulsar o objeto, chame uma ambulância imediatamente.
  7. Enquanto o serviço de atendimento não chegar, repita os procedimentos acima.

Nos casos mais sérios, em que bebê se encontra inconsciente, posicione-o de barriga pra cima em uma superfície dura, abra sua boca e veja se há algum objeto estranho. Caso tenha, retire-o imediatamente. Em seguida, posicione-se ao lado da vítima e faça 15 compressões com os dois dedos no esterno. Depois, feche o nariz da criança e exale o ar na boca da criança, sem deixá-lo escapar. Repita o procedimento por dois minutos, com a frequência de 100 ciclos por minuto.

  • Crianças maiores de 1 ano
  1. No momento do engasgo, posicione-se atrás da criança de maneira que você fique na mesma altura que ela.
  2. Envolva o tronco da criança com os dois braços, abraçando-a.
  3. Feche uma das mãos e coloque a parte plana (onde está o polegar) na “boca do estômago”, que fica logo acima do umbigo;
  4. Segure o punho com a outra mão e realize cinco compressões rápidas (apertando para dentro e para cima);
  5. Encoraje a criança a tossir durante a manobra;
  6. Se o objeto não sair mesmo após duas manobras ou se a criança estiver pálida, com lábios arroxeados, ligue para a emergência imediatamente.
  7. Enquanto o serviço de atendimento não chegar, repita os procedimentos acima.

No caso de crianças maiores que se encontram inconscientes, também procure algum objeto estranho na boca e tente removê-lo imediatamente. Caso não tenha, se posicione ao lado da vítima  e realize 30 compressões com os punhos cerrados no esterno. Em seguida, respire e solte o ar na boca da criança de forma que ele não saia. Repita  o procedimento por dois minutos, com a frequência de 100 ciclos por minuto.

Essas informações são valiosas e podem salvar vidas. Essas técnicas de primeiro-socorros são muito importantes e é preciso que todos se conscientizem para saber realizá-las em um momento de necessidade e prestar um atendimento pré-hospitalar.

Remoção Pediátrica Em Curitiba
Remoção pediátrica em Curitiba 1

Serviço de ambulância Curitiba 

A Brasil Emergências Médicas é uma grande aliada da família e responsável pela vítima em momentos como esse. Entendo a emergência da situação, oferecemos um atendimento pré-hospitalar rápido e eficiente com ambulância Curitiba. Realizamos as orientações médicas necessárias já no ao telefone, prevenindo agravamentos antes mesmo de chegar ao local.

Com atendimento de serviço emergencial 24 horas por dia, 7 dias por semana, garantimos o atendimento imediato para salvar a vida do seu pequeno.

Conte conosco sempre que precisar! Nossos profissionais são rigorosamente capacitados e experientes para lidar com qualquer tipo de urgência e emergência, prezando pelo bem-estar e pela vida de todos nossos pacientes.

Se você precisa do serviço de “ambulância Curitiba, entre em contato conosco através de nosso telefone ou e-mail disponível no site para saber mais sobre nossos serviços.

Compartilhe com seus amigos!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no tumblr