Blog

Marketing Musical: a música além da música

Be Sociable, Share!

Viver da música significa fazer música ganhando dinheiro suficiente para suprir as suas necessidades e desejos, como se alimentar, morar, vestir, cuidar da saúde, se transportar, se especializar, comprar CDS, viajar e se divertir. E para isso acontecer não basta apenas fazer música, como explica Cinthia Van de Kamp, especializada em marketing musical pela Universidade Berklee, em Boston, é preciso transformá-la em algo que atenda a necessidades e desejos de parceiros, donos de casas de espetáculos, bares e cafés; gravadoras; produtores; jornalistas e veículos de comunicação; lojas reais e virtuais de música; assim como os consumidores finais.

Devido ao grande número de grupos musicais que se formam e a quantidade de músicas compostas todos os dias, além das mudanças no comportamento do consumidor e nas tecnologias disponíveis, a concorrência aumenta expressivamente.

Assim, surgem as perguntas: Como levar sua música a público? Como transformar seu trabalho em serviços e produtos competitivos?

É cada vez maior a necessidade do músico de utilizar técnicas para a gestão de sua carreira, construindo-se como marca e oferecendo conteúdos, serviços e produtos que proporcionem experiências e sentimentos diferenciados para o público.

Além de produzir uma boa música, o artista precisa planejar todo o seu investimento em distribuição e comunicação, além de precificar o que oferece de forma que o público queira e possa pagar.

Desta forma, o primeiro passo rumo ao sucesso é ver sua música como um negócio, ou seja, algo que você vai oferecer a um grupo de pessoas e empresas, recebendo coisas que necessita e deseja em troca, como dinheiro, espaços para divulgar seu trabalho, reconhecimento, etc. Isso te leva a um grande mercado, onde você concorre não só com músicos, mas também com atores, artistas plásticos, dançarinos, cineastas, desenvolvedores de games, restaurantes e jogos de futebol, pelo tempo e dinheiro das pessoas.

Para isso, é preciso ter conhecimento de alguns processos e entender algumas estratégias. Como e por que transforma-se em uma marca, como registrá-la, como funciona e para que serve o marketing musical, como funciona e quais são seus processos. Fique ligado, que a gente vai explicar tudinho para vocês nas próximas semanas.

Existem diversas oportunidades. Inove, viva e sobreviva de música! A gente te ajuda, fique ligado por aqui ;D

Be Sociable, Share!

Posts relacionados

2 comentários

  1. [...] passada a gente explicou aqui que para sobreviver de música não basta apenas fazer música. Contamos que é cada vez maior a [...]

  2. [...] Para fazer música ganhando dinheiro suficiente para suprir suas necessidades e desejos é preciso ver sua música como um negócio, como nós já explicamos no artigo Marketing Musical: a música além da música. [...]

Deixe um comentário

Farol Digital

 

Siga o @estrombo

Facebook