Blog

O crowdfunding e a música, uma relação de sucesso

Be Sociable, Share!

A convergência das mídias e a cultura digital são fatores que vêm influenciando o posicionamento e transformando a comunicação de empresas, marcas, artistas.

Este encontro das mídias não pode mais ser encarado como uma tendência, como um fenômeno latente, mas sim, como uma realidade com a qual nós temos que nos adaptar enquanto receptores, produtores e consumidores de informação.

Neste contexto, o conceito de crowdfunding, surgido e firmado em 2010 nos Estados Unidos, aparece como uma alternativa interessantíssima aos meios tradicionais de comunicação e divulgação. Este consiste em um financiamento coletivo e democrático, ou seja, qualquer pessoa que tenha uma ideia de projeto pode cadastrá-la no site de financiamento coletivo, estipular uma quantia de dinheiro exigida para viabilizá-la e um prazo para a verba ser arrecada.

Neste universo de financiamento coletivo no Brasil, é certo dizer que a maioria dos projetos – e a maioria dos que se tornam bem-sucedidos nas plataformas – são aqueles relacionados à música.

No Brasil, o mais conhecido no ramo da música é o queremos.com.br, o qual já contamos a história aqui no artigo “Negócio Por acaso”.

No Embolacha, site de crowdfunding também especializado em música, de 17 projetos inscritos – sendo que 3 estão em andamento – 12 foram bem sucedidos e apenas 2 não foram concluídos com sucesso.

Existe, ainda, mais abrangente, o catarse.com onde dos 148 projetos bem sucedidos, 47 são de música. Juntos, eles arrecadaram mais de R$ 349 mil. “Existe sim uma oferta maior de projetos musicais, 87 projetos já entraram no ar. Mas também existe o lado do interesse do público em fazer parte do projeto da banda/cantor que já curtem”, afirma um dos responsáveis pelo site, Luís Ribeiro.

Existem diversas oportunidades. Inove, viva e sobreviva de música! A gente te ajuda, fique ligado por aqui ;D

Be Sociable, Share!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Farol Digital

 

Siga o @estrombo

Facebook