Blog

Produção de shows: etapas, quando?, onde? e equipe

Be Sociable, Share!

Foto: Guitar Study 1, por fmerenda, CC BY-SA 2.0

Um dos principais veículos para expor o trabalho de um artista é no palco, em contato com o público. E, tão importante quanto os sons saindo dos amplificadores, é o trabalho da equipe de produção por trás da realização do espetáculo. Uma dica para quem quer se aprofundar nessas funções é o livro “Aprenda a Organizar um Show”, do produtor Alê Barreto. Composto por 28 fascículos, a proposta é apresentar de forma bastante sintética tudo o que está envolvido na realização de um show – e não é pouca coisa!

Em primeiro lugar, o trabalho se divide em três etapas: pré-produção, produção e pós-produção. Algumas tarefas da primeira etapa são definir a data e o local, estabelecer o cronograma de atividades, contratar a equipe, identificar as necessidades, redigir os contratos e correr atrás das autorizações. A produção é uma etapa bastante tensa, pois os produtores devem ficar atentos a todos os detalhes – da bilheteria à passagem de som – para um show bem-sucedido. Por fim, na pós-produção, o profissional vai fazer o fechamento da bilheteria, os pagamentos, acompanhar a desmontagem, liberar a equipe e entregar o espaço.

“Saber quando produzir é um importante passo para a realização de um espetáculo”.

Alguns fatores precisam ser levados em conta na escolha da data: se há shows similares já marcados no mesmo dia, grandes eventos ou possibilidade de aproveitar datas comemorativas. Agendar shows para o início do mês – onde é provável que o público já tenha recebido pagamento e esteja em melhores condições financeiras de ir ao evento – também pode ser uma boa estratégia para maximizar a presença da audiência. Outro detalhe que demanda atenção é conferir a previsão do tempo para o caso de shows ao ar livre.

Definida a data, é muito importante escolher um local adequado. Ele deve ter a “cara” do público e da banda. É fundamental estimar o público esperado para escolher um local de tamanho apropriado. Por fim, é interessante checar informações sobre o acesso: há pontos de ônibus ou de táxi por perto? Esses transportes funcionarão até o fim do espetáculo? A casa de shows tem estacionamento? Na medida do possível, vale indicar em mapas quais os melhores trajetos para chegar.

A equipe

Nenhum produtor vai trabalhar sozinho. Então, é preciso estar atento à equipe escolhida para trabalhar com você. Quanto mais pessoas no grupo com uma formação técnica em produção executiva, menor a chance de algo dar errado. Outro ponto, que os seus contatos devem ter ciência, é que a equipe de produção precisa estar disponível para imprevistos. E por mim, ainda que alguém da equipe seja fã da banda, estar na produção significa que ele ou ela vai trabalhar para a realização do evento e não para curtir o show. Essas pessoas devem estar atentas às atividades que lhes foram designadas no cronograma.

* * *

Esses são apenas os pontos de partida. Você tem experiência com produção de shows? Conte pra gente nos comentários. Baixe o livro e visite o blog do Alê Barreto.

Acompanhe o Estrombo também nas redes sociais: Twitter, Facebook e YouTube.

Foto: Guitar Study 1, por fmerenda, CC BY-SA 2.0

Be Sociable, Share!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Farol Digital

 

Siga o @estrombo

Facebook