Blog

Como aproveitar as mudanças na fanpage do Facebook

Be Sociable, Share!

No fim de março, todas as páginas do Facebook passaram a se apresentar, automaticamente, no formato “Timeline”. A partir de uma demanda que surgiu na própria rede do Estrombo, desenvolvemos esse post com o objetivo de apontar algumas das principais mudanças e mostrar como bandas e empreendimentos musicais podem tirar o máximo proveito do novo formato.

Goste-se ou não, a “Timeline” tira um pouco do aspecto institucional das páginas, deixando-as mais parecidas com um perfil. Essa é uma boa oportunidade para personalizar a sua marca, seja uma empresa ou uma banda. Uma forma de fazer isso é acrescentar eventos marcantes na linha do tempo. Você pode fazer isso ao passar o cursor do mouse pela linha vertical localizada no meio da página. Ao acrescentar a data e a descrição do “evento”, o usuário posiciona a publicação no período determinado. Seja criativo e, além de publicar datas de shows, conte a história da sua banda na ordem que deve ser contada: sua criação, participação em feiras de negócios, lançamento de promoções, posts e críticas sobre a banda. Quanto mais pessoal a abordagem, mais faz sentido – afinal, essa é uma oportunidade única para você contar a história da sua banda na medida que eventos marcantes acontecem.

Uma possibilidade trazida com a “Timeline” é a de colocar alguns posts em destaque. Estes aparecerão no topo da página e serão os primeiros vistos por quem acessá-la. O espaço privilegiado pode conter datas de turnê, o videoclipe novo ou uma discussão relevante relacionada à marca.

Outra estratégia – que vale para qualquer rede social – é estimular o engajamento do seu público em debates interessantes. Sempre que possível, chame os fãs para participar através de uma pergunta. Peça ajuda para eles escolherem o setlist ou, até mesmo, busque assuntos relacionados e peça a opinião do seus visitantes. A polêmica recente envolvendo o Ecad foi, por exemplo, uma boa oportunidade para ver como os seus fãs se posicionam em relação ao assunto e buscar soluções conjuntamente.

Utilize também o espaço da “Foto de Capa” com uma imagem relevante e chamativa. E preste atenção aos tamanhos. A imagem deve ter 850 x 315 pixels. Faça mais de uma foto e troque com certa frequência.

Por fim, outra mudança importante foi a implementação de ferramentas de análise mais precisas. Agora, elas funcionam em tempo real e você pode ver a repercussão de um post minutos após publicá-lo – antes, era preciso esperar um ou dois dias. E vale lembrar: preste atenção no horário que o seus fãs ficam online para publicar quando eles puderem receber a história em seus próprios feeds. Afinal, não adianta ter trabalho para criar posts interessantes se quase ninguém for vê-los. Ainda na ferramenta de análise, o dono da página pode visualizar o alcance de suas interações, ou seja, quantas pessoas viram e quantas curtiram ou comentaram. É possível ver também o potencial de “viralização” das suas atualizações. Esse índice mede quantas pessoas que receberam o seu post estão “falando sobre ele”.

Como você está utilizando a Timeline do Facebook? Compartilhe com a gente a sua opinião e suas estratégias para tirar o máximo proveito do novo formato.

Acompanhe o Estrombo também nas nossas redes: Twitter, Facebook e YouTube.

Foto: Mixdown!, por spaceamoeba, CC BY-SA 2.0

Be Sociable, Share!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Farol Digital

 

Siga o @estrombo

Facebook