Blog

Músicos contam suas experiências com as redes sociais

Be Sociable, Share!

Redes Sociais

As redes sociais são meios bastante utilizados por músicos para se relacionar com os fãs e disseminar conteúdo. Assim, elas se estabeleceram nos últimos anos como uma ferramenta importante para aproximar fãs de artistas e como um novo canal para a distribuição de músicas. Em post anterior, perguntamos como os artistas usavam as redes sociais. A cantora de MPB Lilian fez um comentário e o seu relato inspirou esse novo post, trazendo a sua experiência e a de outros músicos.

“Sou cantora, catarinense e estou há apenas 5 meses no Rio de Janeiro. As redes sociais são fundamentais hoje no meu trabalho, nos proporcionam uma interação que eu particularmente adoro.

Concordo com a questão levantada: “para quê?”. Eu participo das principais redes sociais, atualizo diariamente, tento articular e movimentar meu círculo de contatos, mas preciso ficar atenta às mudanças, às novas redes… Se não houver uma resposta para esta pergunta, melhor não ter! Já precisei fazer escolhas e até abandonar algumas dessas redes que pouco fazia uso… O MySpace foi a rede que abandonei primeiro, depois o perfil pessoal no Facebook, atualmente mantenho a página no Facebook, Twitter, YouTube e há poucos dias o Google+. Eu acredito que as redes sociais podem ser uma boa estratégia de formação de público. Mas, para isso há a necessidade constante de informação sobre as inovações do que envolve o uso das redes e muita interação.”

Lilian

***

“As redes sociais estão em constante gangorra. Surgem com um buzz absurdo, depois caem. Amanhã, tudo pode mudar rs. Hoje, usamos o Facebook e o Twitter para interação direta com os fãs. O YouTube e o SoundCloud são “ferramentas” nessa interação, com os links dos vídeos e das nossas músicas.

O objetivo é o de toda banda: conseguir cada vez mais fãs online, e, o mais difícil, torná-los ‘offline’. Queremos que eles compareçam aos shows, comprem os nossos produtos e participem ativamente do projeto. E temos tido bons resultados. Em 2012, completaremos 10 anos de carreira e nos últimos 5 – época em que estamos mais ‘ativos’ na internet – já vencemos algumas votações online, conseguimos alguns prêmios etc. A ação mais legal foi a última, em que contamos com a colaboração de fãs, amigos e empresas para a gravação do nosso single, ’50 Graus’, que deve sair em março.”

Chris Gar, da banda Bleffe.

***

“No universo da música, essa tecnologia passou a ser essencial tanto para aqueles que produzem e divulgam seus trabalhos musicais, quanto para os ouvintes. Plataformas como YouTube, Facebook, Twitter e MySpace tornaram-se indispensáveis na cadeia produtiva da música visto que demonstraram ser a maneira mais rápida e eficaz de se chegar ao público consumidor nos dias de hoje.

No meu caso, trabalhando profissionalmente como músico e escrevendo sobre música, é impensável não utilizar os benefícios gerados por essas inovações. Uso constantemente as redes sociais para diversos fins profissionais, entre eles:

- Postar as datas dos shows atuando como músico contratado;
- Manter-me em contato com os profissionais do meio musical;
- Divulgar as oficinas de percussão onde dou aula como as dos blocos Empolga às 9, Turbilhão Carioca e eventualmente Monobloco, além de manter um canal de relacionamento com os alunos e interessados;
- Compartilhar os artigos da coluna Mídias Musicais, no site Overdubbing;
- E promover meu livro Música e tecnologia: um novo tempo, apesar dos futuros, lançado pela Editora Azougue e disponível no meu site.”

Leo Morel

Conte a sua experiência nos comentários também e acompanhe o que o Estrombo já discutiu sobre o assunto.

Be Sociable, Share!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Farol Digital

 

Siga o @estrombo

Facebook