Tags

Archive for abril, 2015

Precisamos falar sobre o streaming

Como discutir os rumos da indústria fonográfica sem passar pelo assunto do streaming? Bem, essa não é mais uma opção viável. Na era do compartilhamento, o streaming é um caminho controverso para o uso da tecnologia a favor de usuários e artistas, mas sua presença não tem como ser ignorada.

Foi pensando nisso que Carlos Taran, empresário e empreendedor cultural (que no Brasil já cuidou de assuntos da Legião Urbana e Titãs, dentre outros artistas), elaborou um estudo para descortinar a realidade do modelo. No texto, recheado de elementos visuais, o autor explica os conceitos básicos para entender essa forma de distruibuição e como (e quanto!) o dinheiro é repassado aos artistas.

Você pode conferir o texto completo abaixo ou através desse link.

Faça parte do MIDEM 2015


O Midem, Feira Internacional para o mercado da música, é o maior encontro das empresas ligadas a produção de música no mundo e sua edição de 2015 acontece em Cannes, na França, de 05 a 08 de Junho de 2015. A feira recebe 75 países, 1.236 expositores, 3.000 empresas, em 39 pavilhões, além de 350 jornalistas e 450 artistas.

Empresas e profissionais da música interessados em fazer novos negócios e participar desse grande encontro da cadeia produtiva de música internacional através Sebrae, da BM&A – Brasil Música e Artes em parceria com a Apex-Brasil ( Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), fazendo parte da Delegação Internacional ao MIDEM 2015.

Os benefícios de fazer parte da Delegação:

1 – Credencial na Feira
2 – Espaços no pavilhão brasileiro
3 – Encontros de negócios na feira
4 – Apoio de recepcionista
5 – Apoio de tradução
6 – Participação nas conferências e palestras
7 – Manual do participante MIDEM/2015
8 – Oficina preparatória: capacitação para o mercado internacional
9 – Oficina de monitoramento e avaliação pós-Midem

Serviço:

Midem 2015
Local: Cannes, França
Data da feira: 05 a 08 de junho, 2015.

Taxa de adesão: RS 650,00 (seiscentos e cinquenta reais)
Data limite de adesão: 30/04/2015

Outros serviços:

Financiamento de passagem e hospedagem, em 10 vezes no cartão de crédito
Valor estimado: RS 6.000,00 (seis mil reais)

Rio/Nice/ Rio:  (Ida: 04/06/2015; volta: 09/06/2015)
Hospedagem: 4 pernoites em Cannes (hotel 2 ou 3 estrelas)

Contato:
Telefone:  0800 – 570 0800
Email: marcela.melo@rj.sebrae.com.br

Veja quanto um artista realmente ganha do Spotify, iTunes e Youtube

Um infográfico criado em 2010, pelo jornalista e designer de informação David McCandless foi reformulado e atualizado para demostrar, visualmente, quanto artista realmente levam ds serviços de streaming.

Com o lançamento do Tidal, serviço de streaming criado por artistas, o debate nunca esteve tão em alta. O infográfico exibe quanto eles precisam vender ou ser ouvidos para ganhar o salário mínimo americano de $ 1,260.

Algumas ressalvas importantes: esses números se aplicam ao trabalho dos músicos, mas eles não incluem royalties de composição. Além disso, o fator mais importante na quantidade de dinheiro ganho por um um artista com contrato com uma gravadora são os termos de seu contrato: alguns têm bons acordos. Outros … nem tanto.

Os números por-play para serviço de streaming podem ser enganosos, pois eles dependem de como muitos (ou alguns) usuários o serviço tem. O Beats pode pagar mais por-stream do que Spotify, mas isso é porque ele tem relativamente poucos usuários.

Artistas estarão fazendo muito mais dinheiro através do Spotify, e se os números de usuários do Beats crescer, os seus pagamentos por-stream vão descer. Então este gráfico não é a prova de que um serviço é melhor para os artistas do que o outro, nesse sentido.

A informação se encontra visualmente no infográfico abaixo e inclui  uma métrica de “usuários necessário por play” – os pequenos pontos na parte inferior direita de cada círculo – para refletir isso.

Farol Digital

 

Siga o @estrombo

Facebook