Tags

Archive for outubro, 2013

Cantores sub-18 misturam pop com eletrônica, dance e rap; conheça as novas apostas do cenário musical

Lorde se destaca por letras ácidas; Madison Beer é apadrinhada de Bieber. Lista tem artistas pouco ouvidos no Brasil, mas já bem nas paradas de fora → http://glo.bo/1hEidco

Sony Music abre projeto de distribuição digital para novos artistas

Os artistas cristãos independentes que planejam divulgar seu trabalho de forma mais profissional estão ganhando opções no mercado fonográfico para distribuição de formatos digitais → http://bit.ly/H0amtQ

Napster, o software que revolucionou a indústria fonográfica desembarca no Brasil: O que isso representa para a indústria fonográfica?

Quem está na web desde antes dos anos 2000 se divertia através de conexão discada (e apenas nos fins de semana) e demorava horas para baixar uma mísera música através do Napster. O software, que foi um responsáveis por mudar a indústria fonográfica, não é mais um serviço de compartilhamento de arquivos piratas: ressurgiu como um serviço de streaming e chega ao país no mês que vem.

O serviço entrará em campo substituindo um serviço já consolidado por aqui. Em comunicado distribuído aos assinantes do serviço de músicas Sonora, o Terra avisou que eles serão migrados para o Napster “sem precisar fazer nada nem pagar a mais por isso”.

A empresa diz que o produto chega ao Brasil no dia 1º de novembro, mas já é possível se cadastrar para experimentá-lo por sete dias gratuitamente. Depois disso é preciso pagar uma taxa de R$ 14,90 por mês.

O Napster conta com um acervo com mais de 10 milhões de músicas que podem ser acessadas via navegador, dispositivos móveis e também baixadas para que o usuário ouça em modo offline. Para conferir, clique aqui.

O que é?

O Napster foi lançado em 1999 por Shawn Fanning e Sean Parker, que mais tarde se envolveria com o desenvolvimento do Facebook.

O programa era usado para compartilhamento de arquivos de música em esquema P2P – tal qual o BitTorrent hoje.

Ele foi responsável pelas primeiras grandes investidas da indústria fonográfica contra o pirateamento de criações musicais; nesta conta entram a banda Metallica e a cantora Madonna, que teve um álbum inteiro divulgado pelo Napster antes de seu lançamento – o que nos anos 2000 era novidade.

Apesar de ter apanhado bastante de órgãos como a RIAA (associação que representa gravadoras norte-americanas), o Napster lutou para se por na legalidade, prova disso é que o serviço já opera no mercado europeu disponibilizando músicas via assinatura em esquema de streaming. O mesmo que chega ao Brasil.

Com informações dos sites: Meio & Mensagem, Estadão e Tecnoblog.

Workshop Monetização e ferramentas Youtube

Workshop Monetização e ferramentas Youtube

O  SEBRAE/RJ e a ABMI Associação Brasileira da Música Independente, no dia 15/10, de 10h às 12h, no CRAB, promovem:

Workshop Monetização e ferramentas Youtube

Conteúdo:

- Youtube overview: história, números, comparativo com serviços semelhantes;

- Ferramentas disponíveis para monetização do conteúdo: tipos de parceiros, que tipo de usuário pode acessar cada tipo de ferramenta (canal oficial, content ID, premium partner, etc);

- Recomendações (quando o artista ou o selo deve optar por ter um parceiro que administre seu conteúdo no Youtube)

- Google+ e HangOut

- Google Play

- Desenvolvimento de audiência no YouTube

- Novidades

Quem pode participar?

Músicos, artistas, produtores, selos, gravadoras, associados ou não à ABMI, e cadastrados no projeto Estrombo RJ.

Inscrições:

abmi@abmi.com.br

Trilha sonora de ‘Fifa’ ajuda música a ‘ganhar força’, diz Marcelo D2

Rapper tem canção sua pela segunda vez em game de futebol da EA →  http://glo.bo/15WT0oi

Farol Digital

 

Siga o @estrombo

Facebook